Pular para o conteúdo principal

É através da oração que estreitamos o relacionamento com nosso Deus! - Pr. Barbosa Neto


É muito comum ouvirmos a expressão oração é orar com ação”, numa alusão à importância não só do falar, mas também do agir. Mas a verdade é que tudo parte de um princípio de busca do homem a Deus, e a oração é o meio que temos para nos aproximarmos do Pai. Além disso, a Palavra fala que “a oração feita por um justo pode muito em seus efeitos” (Tiago 5.16), e o que não faltam são exemplos na própria Bíblia sobre o poder da oração na vida dos que são fiéis a Deus.

A definição dada pelo dicionário à palavra oração é “prece sobre forma de meditação”. Ao verificarmos o significado da palavra prece encontramos “tipo de oração (oral, escrita ou em pensamento) que se faz a um santo ou divindade para agradecer, louvar ou suplicar”. A partir destas definições, podemos deduzir que a oração – ou prece – é feita com um motivo. Se formos observar na Palavra de Deus, observaremos que desde o criação do homem no Éden, Deus buscar ter um relacionamento conosco. Ele passeava pelo Jardim com Adão na viração do dia, e mesmo quando o homem se escondeu por causa da desobediência, pôde ouvir a voz de Deus o procurando.

Partindo deste princípio, do relacionamento que Deus quer ter conosco, vemos que a oração é o caminho que temos para este relacionamento íntimo com o Senhor. É, portanto, mais do que um simples “falar com Deus”, e sim uma busca por relacionamento íntimo com Deus. Orar é a abertura para que Deus se aproxime de nossas necessidades. É o fôlego da vida espiritual. É entrada no impossível. Orar é comunicar-me, relacionar-se com Deus, Aquele que nos criou!

A pessoa que não tem esse diálogo diário está espiritualmente apática, sem vida. Assim como a Lua depende da luz do Sol, assim também dependemos da luz de Cristo em nós par vivermos. Essa realidade será vivenciada quando se tomar a atitude de exercitar essa comunicação constante, diária com o Pai Eterno e Criador, o nosso Deus.

Diz a Palavra: “De uma feita, estava Jesus orando em certo lugar; quando terminou, um de seus discípulos lhe pediu: Senhor, ensina-nos a orar...” (Lucas 11.1). A frase dita a Cristo pelos discípulos permanece para os dias de hoje, já que muitos de nós, até obreiros (pastores) se questionam sobre como se deve orar. Isto é muito comum principalmente entre novos convertidos – quantos já se negaram a orar em público por “não saber”? – mas também a falta de oração constante acontece também entre muitos de nós, pastores, líderes, muito ocupados, sem tempo para nada, dada a correria pela sobrevivência da vida, ou por não sermos disciplinados, por nos ocuparmos muito mais com a administração disso e daquilo e nos esquecemos do principal, que é o nosso relacionamento íntimo com Deus! Concordam comigo?...

Não que haja uma regra – e é importante deixar isso bem claro -, mas o modelo da oração do “Pai Nosso” nos ensina muito sobre como, de fato, se deve orar. E Jesus ensinou: “Portanto, vós orareis assim...” (Mateus 6.9-13). O início, demonstrando a soberania a soberania de Deus, a quem devemos nos dirigir em adoração: “Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o Teu nome”; a ênfase em demonstrar que devemos buscar, acima de tudo fazermos a vontade do Pai; buscar o reino em primeiro lugar; sobre o cuidado e provisão de Deus pelo “pão nosso de cada dia” quando pedimos o que realmente precisamos; a confissão de pecados “perdoa-nos as nossos dívidas”, a recompensa pelo amor ao próximo ao ver nossas dívidas perdoadas “assim como nós temos perdoado aos nossos devedores” etc.

Ressaltamos, meus amados, que o modelo da oração do “Pai Nosso” nos ensina o caminho da oração que devemos fazer a Deus. É um exemplo, mas Deus quer conhecer as nossas petições através de um verdadeiro relacionamento íntimo com Ele! E quanto mais oramos, mais aprofundamos o nosso grau de intimidade com o Pai! Estamos fazendo assim? Com você a palavra!... Só você sabe como estar aa sua vida íntima com o Pai!

A recomendação bíblica é direta: a oração deve ser constante, em todo o tempo (Efésios 6.18), sem cessar (I Tessalonicenses 5.17), de todo o coração (Jeremias 29.12-13), até a resposta divina (Jeremias 33.3). A igreja primitiva perseverava em oração (Atos 2.42), era uma das suas características mais marcantes, e isso contribuía para o acréscimo das almas àquele comunidade! Sua igreja não está crescendo? Quem sabe seja por falta de intimidade sua e da membresia da igreja que você pastoreia com o Pai! Pense nisso, seriamente!...

O que não faltam são exemplos bíblicos sobre o poder da oração, e o tempo todo, os apóstolos vão exortar a igreja a orar. Uma das passagens mais notórias sobre o poder da oração é relatada em Atos 12: enquanto Pedro estava encarcerado “havia oração incessante a Deus por parte da igreja a favor dele” (v. 5).

O resto da história é uma das mais belas provisões divinas, já que o anjo do Senhor libertou seu servo da prisão! Louvado seja Deus! Quando Pedro chega à casa de Maria, onde outros discípulos estavam reunidos em oração, nem os próprios acreditam de início no milagre! Também, muitos de nós, pastores e líderes, oramos, mas nem sempre acreditamos que o milagre irá acontecer, não acreditamos na intervenção do Senhor nosso Deus! Concordam comigo?!...

Quem também viu, literalmente, cadeias caírem em meio à orações e louvores foi o apóstolo Paulo. Atos 16 relata o conhecido milagre, e é mais uma lição para nós, pastores, líderes  e membros, sobre a importância de se orar em todo o tempo, para termos cada vez mais intimidade com o Pai!

Façamos isso. Agora. Neste momento. Dobre os seus joelhos e ore.

Seu menor conservo,

Pr. Barbosa Neto 
Fortaleza – CE

Fonte: Recebido do autor por e-mail.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FORMATURA CASADOS PARA SEMPRE - Turma IBMA 2012 / 1º Semestre

O Curso "Casados para sempre" tem alcançado pessoas ao redor do mundo todo com uma visão bíblica sobre casamento.
No dia 03 de junho de 2012 tivemos a formatura da primeira turma da Igreja Batista Maysa I, pela graça e bençãos de Deus.

A formatura aconteceu no culto de domingo a noite, e o pastor nos repassou a direção do mesmo, assim fizemos um culto das famílias para Deus. O Senhor nos abençoou com uma Palavra edificante e profunda, confirmando cada vez a suficiência da Bíblia em fornecer toda a direção necessária para a vida humana, sobretudo familiar, por meio da fé em Jesus Cristo, com a ação do Espírito Santo, pela graça de Deus.

Os casais tiveram o momento de testemunhar e cada cônjuge falou aquilo que Deus fez nas suas vidas, o que começou e está continuando. Falaram das aulas que mais gostaram e incentivaram, de livre vontade, os presentes a fazerem o Casados para Sempre. Todos os testemunhos, sem exceção, foram sinceros e demonstraram aquilo que Deus operou por mei…

GRANDES projetos, mas sem DEUS (Julio Oliveira Sanches)

Na vida diária temos muitos detalhes que fazem a diferença para os sucessos que desejamos (no sentido de objetivos serem atingidos). Escrevendo para O Jornal Batista (Ano CXIII, Edição 10), o pastor Julio Oliveira Sanches comentou acerca de grandes projetos que essa era tem feito, mas excluindo Deus, e, portanto, as consequencias colhidas. Preste muita atenção nas suas colocações, pois foi exatamente o que me fez escolher este artigo para a semana. Os destaques são meus. Confira na íntegra abaixo:

Faz parte da natureza corrompida pelo pecado "sonhar” grandes projetos para Deus, mas sem respaldo da aprovação divina. Uma tentativa de comprar os favores divinos e compensar os pecados não confessados e não perdoados. Deus não é consultado, tampouco participa da elaboração e execução das megalomanias humanas. O nome de Deus é citado como fetiche aprovador das maluquices humanas. Cabe a Deus dar a aprovação final com suas bênçãos para que o sucesso alimente os egos desequilibrados dos q…

Atenção: Novo Blog!

Convido você a visitar meu novo blog: pastorleandro.com.br

Depois de muitos anos usando a ferramenta Blogger/Blogspot, resolvi migrar este trabalho para outra plataforma, passando a utilizar o Wordpress, visando o uso de novas ferramentas.
Sou grato a Deus e aos desenvolvedores da plataforma que usei até aqui por me fazerem aprender muito sobre a arte de blogar.
Convido você a visitar meu novo blog: pastorleandro.com.br
Este blog permanecerá online por tempo indeterminado, uma vez que os mecanismo de busca do Google sempre o localizam e enviam acesso; mas todo o seu conteúdo também está disponível na nova plataforma.
Continuemos a caminhar juntos no novo ambiente online, muito obrigado a você por acompanhar este trabalho, para a glória de Deus!
Pr. Leandro Hüttl Dias pastorleandro.com.br