Pular para o conteúdo principal

Sabe por que não oramos?


Queridos, estou reproduzindo abaixo um artigo d'O Jornal Batista de 15/03/15, página 5, que muito nos ajuda a refletir sobre a oração visando sua prática para nossa edificação espiritual.
Desfrutem!

______________________________________________________________


Sabe por que não oramos? Porque somos orgulhosos. Pensamos que podemos resolver tudo por nossa própria capacidade. Quando não oramos, dizemos com as atitudes que não precisamos de Deus para nos capacitar e fortalecer nOs combates da vida e da igreja. 

Sabe por que não oramos? Porque somos negligentes. Acomodados, não fazemos a obra que Deus nos ordenou. Não nos comprometemos com Deus e nem com a sua Obra. Basta realizarmos nossas ambições. 

Sabe por que não oramos? Porque somos incrédulos. Não confiamos que Deus pode impactar a nossa cidade por meio do seu povo. Não cremos que Deus ouve e atende as nossas orações e súplicas. Não cremos no poder da oração.

Sabe por que não oramos? Porque amamos o mundo. Damos mais importância ao trabalho, ao descanso, aos estudos e nem nos importamos em estar em comunhão com Deus e com o seu povo. Basta a obrigação de domingo à noite. Não valorizamos a vida da Igreja. Não valorizamos a oração coletiva. Não valorizamos os cultos de oração. Não nos importamos.

Sabe por que não oramos? Porque somos desobedientes. A igreja é convocada à oração, mas a minoria atende ao chamado da oração. Só busca a Deus quando está em apuros. Se tudo "vai bem", para que me unir em oração com meus irmãos?

Sabe por que não oramos? Porque somos preguiçosos. Depois de 8 a 10 horas de trabalho, não queremos nos dar o trabalho de ir à igreja para orar com os irmãos em Cristo. Dizemos que oramos em casa, mas será verdade? Quem ora em casa valoriza a oração conjunta ao povo de Deus.

Sabe por que não oramos? Porque desprezamos a Deus. Queremos as bênçãos de Deus, mas sem nenhum comprometimento com Deus e sua Igreja. Somos piores do que os que ainda não foram alcançados. Estes desconhecem o Evangelho da graça, nós o conhecemos e não nos importamos. Sabemos que Deus nos capacita a obedecê-lO, mas não nos esforçamos como é devido. Não mortificamos a nós mesmo.

Sabe por que não oramos? Porque não queremos. Arrumamos desculpas descabidas. Quando reconhecemos que algo é importante para nós, nos esforçamos por tê-la. Quanto tempo você dedica para comprar um bem de consumo que lhe agrada? Quantos sacrifícios você faz para ter o que quer?

O que fazer?

"Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra. Estarão abertos os meus olhos e atentos os meus ouvidos à oração que se fizer neste lugar" (II Cr 7.14-15).

Seja um crente que ora, tanto no seu quarto, quanto em sua igreja. Esteja presente no próximo culto de oração da sua igreja. Juntamente com os seus irmãos, clame por arrependimento, perdão e sua misericórdia para com o seu povo. Que Deus tenha misericórdia da sua Igreja, e que não sejamos crentes apáticos e indiferentes à prática da oração.

Se você não gostou do que leu, te pergunto: qual foi a última vez que você participou de uma vigília de oração! Qual foi a última vez que você participou da oração semanal e dominical da sua igreja? Qual foi a última vez que você participou do culto de oração com os seus irmãos?

Rodrigo Odney, 
pastor da Primeira Igreja Batista em Pompéia - SP

______________________________________________________________

Um bom caminho para trilharmos depois desta reflexão é ir orar... por arrependimento, pedir perdão por essa passividade. Depois, continuar orando, pedindo a Deus para nos ensinar a orar e em seguida para que o Senhor firme nossas mãos na prática da oração.

Com amor,
Pastor Leandro

Postagens mais visitadas deste blog

A experiência de continuar sendo salvo

Convido você a assistir este vídeo onde exponho a mensagem bíblica: "A experiência de continuar sendo salvo".



Gostou do vídeo? Compartilhe no Facebook, no Twitter e nas demais plataformas usando a ferramenta abaixo. Sugira novos temas. Deixe seu comentário abaixo.

FORMATURA CASADOS PARA SEMPRE - Turma IBMA 2012 / 1º Semestre

O Curso "Casados para sempre" tem alcançado pessoas ao redor do mundo todo com uma visão bíblica sobre casamento.
No dia 03 de junho de 2012 tivemos a formatura da primeira turma da Igreja Batista Maysa I, pela graça e bençãos de Deus.

A formatura aconteceu no culto de domingo a noite, e o pastor nos repassou a direção do mesmo, assim fizemos um culto das famílias para Deus. O Senhor nos abençoou com uma Palavra edificante e profunda, confirmando cada vez a suficiência da Bíblia em fornecer toda a direção necessária para a vida humana, sobretudo familiar, por meio da fé em Jesus Cristo, com a ação do Espírito Santo, pela graça de Deus.

Os casais tiveram o momento de testemunhar e cada cônjuge falou aquilo que Deus fez nas suas vidas, o que começou e está continuando. Falaram das aulas que mais gostaram e incentivaram, de livre vontade, os presentes a fazerem o Casados para Sempre. Todos os testemunhos, sem exceção, foram sinceros e demonstraram aquilo que Deus operou por mei…

GRANDES projetos, mas sem DEUS (Julio Oliveira Sanches)

Na vida diária temos muitos detalhes que fazem a diferença para os sucessos que desejamos (no sentido de objetivos serem atingidos). Escrevendo para O Jornal Batista (Ano CXIII, Edição 10), o pastor Julio Oliveira Sanches comentou acerca de grandes projetos que essa era tem feito, mas excluindo Deus, e, portanto, as consequencias colhidas. Preste muita atenção nas suas colocações, pois foi exatamente o que me fez escolher este artigo para a semana. Os destaques são meus. Confira na íntegra abaixo:

Faz parte da natureza corrompida pelo pecado "sonhar” grandes projetos para Deus, mas sem respaldo da aprovação divina. Uma tentativa de comprar os favores divinos e compensar os pecados não confessados e não perdoados. Deus não é consultado, tampouco participa da elaboração e execução das megalomanias humanas. O nome de Deus é citado como fetiche aprovador das maluquices humanas. Cabe a Deus dar a aprovação final com suas bênçãos para que o sucesso alimente os egos desequilibrados dos q…