Pular para o conteúdo principal

Investindo na pregação para a igreja

"E nos dedicaremos à oração e ao ministério da Palavra" (Atos 6.4)


Sentar num banco da igreja para ouvir a Palavra é importante, muito importante! Se você faz isso, você se assemelha aos que paravam para ouvir os sermões de Cristo e dos apóstolos no primeiro século (o enfoque aqui é em quem ouve não em quem prega, não temos o Senhor fisicamente nem o colégio apostólico em nossos dias, conquanto haja pastores-mestres e pregadores para a continuidade da pregação, em função da sua necessidade para a vida pela fé - RM 10:17; HB 10:38; GL 3:11; HC 2:4; RM 1:17). Jesus mesmo disse à Marta, mulher que estava desfocada de ouvir a pregação da Palavra: "...Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária; E Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada." Lucas 10:41,42. Maria, a irmã de Marta, havia escolhido parar, sentar e ouvir - e Jesus elogiou sua atitude. A igreja precisa disso.

Mas, dizia eu, ouvir é muito importante! Porém, depois, é igualmente importante você e eu nos levantarmos e buscarmos a Deus em oração para viver a mensagem, por isso é possível (prédica x prática). Melhor ainda meditando mais uma vez (refletindo) na mensagem, por meio da leitura da Bíblia.

Assim, é necessário às igrejas o retorno urgente ao valor da pregação; púlpitos fortes! 

Entrementes, para isso, os pastores precisam estar focados na oração e no Ministério da Palavra (Atos 6:1-5)... A Palavra precisa de foco na vida da igreja, tanto de quem ouve, como de quem prepara e prega.

As igrejas precisam tirar da mão do pastor tarefas que são dos diáconos, da(o) secretária(o) e tarefas administrativas, urgente, para o bem da igreja. A fim de ternos rebanhos mais saudáveis. E, para investir na pregação, é preciso investir no pregador, dando recursos e foco a ele.

Ministério da Palavra não é somente no púlpito, mas também nos aconselhamentos, em visita, atendimento em gabinete e conversas informais. Para tanto o pastor precisa de tempo para oração e estudo visando pregação, visitas, atendimentos, trabalho com os pequenos grupos, liderança, ensino... com a mente livre para essas coisas, sobretudo no Século 21!!! Até para o pastor durar muito tempo no ministério, dando frutos com saúde emocional e física.

Porém, colegas pastores, quem tem que dizer isso às igrejas somos nós. É interessante notar que em Atos 6:1-5 a exposição dessa necessidade e a proposta para que a igreja elegesse os diáconos e os líderes delegassem as tarefas foi dos apóstolos e não da igreja (para você pensar), eles disseram "...Não é certo negligenciarmos o ministério da palavra de Deus..." e conscientizaram a assembleia - porém se dedicaram de verdade ao ministério, e isso é responsabilidade! Adiante, pastor, estamos amparados na Bíblia para fazer assim.

OBS: Só lamento que algumas igrejas venham a fazer isso mais por influência da pregação secular da necessidade de foco nas atividades (cada dia mais percebida pelas empresas), do que por obediência à Palavra de Deus, revelada e registrada na Bíblia há 20 séculos!

Sola Scriptura!

Pr. Leandro Hüttl Dias

Charles Spurgeon. O "Príncipe dos pregadores".
Precisamos de muitos 'Spurgeons' em nossos dias!


Postagens mais visitadas deste blog

A experiência de continuar sendo salvo

Convido você a assistir este vídeo onde exponho a mensagem bíblica: "A experiência de continuar sendo salvo".



Gostou do vídeo? Compartilhe no Facebook, no Twitter e nas demais plataformas usando a ferramenta abaixo. Sugira novos temas. Deixe seu comentário abaixo.

FORMATURA CASADOS PARA SEMPRE - Turma IBMA 2012 / 1º Semestre

O Curso "Casados para sempre" tem alcançado pessoas ao redor do mundo todo com uma visão bíblica sobre casamento.
No dia 03 de junho de 2012 tivemos a formatura da primeira turma da Igreja Batista Maysa I, pela graça e bençãos de Deus.

A formatura aconteceu no culto de domingo a noite, e o pastor nos repassou a direção do mesmo, assim fizemos um culto das famílias para Deus. O Senhor nos abençoou com uma Palavra edificante e profunda, confirmando cada vez a suficiência da Bíblia em fornecer toda a direção necessária para a vida humana, sobretudo familiar, por meio da fé em Jesus Cristo, com a ação do Espírito Santo, pela graça de Deus.

Os casais tiveram o momento de testemunhar e cada cônjuge falou aquilo que Deus fez nas suas vidas, o que começou e está continuando. Falaram das aulas que mais gostaram e incentivaram, de livre vontade, os presentes a fazerem o Casados para Sempre. Todos os testemunhos, sem exceção, foram sinceros e demonstraram aquilo que Deus operou por mei…

GRANDES projetos, mas sem DEUS (Julio Oliveira Sanches)

Na vida diária temos muitos detalhes que fazem a diferença para os sucessos que desejamos (no sentido de objetivos serem atingidos). Escrevendo para O Jornal Batista (Ano CXIII, Edição 10), o pastor Julio Oliveira Sanches comentou acerca de grandes projetos que essa era tem feito, mas excluindo Deus, e, portanto, as consequencias colhidas. Preste muita atenção nas suas colocações, pois foi exatamente o que me fez escolher este artigo para a semana. Os destaques são meus. Confira na íntegra abaixo:

Faz parte da natureza corrompida pelo pecado "sonhar” grandes projetos para Deus, mas sem respaldo da aprovação divina. Uma tentativa de comprar os favores divinos e compensar os pecados não confessados e não perdoados. Deus não é consultado, tampouco participa da elaboração e execução das megalomanias humanas. O nome de Deus é citado como fetiche aprovador das maluquices humanas. Cabe a Deus dar a aprovação final com suas bênçãos para que o sucesso alimente os egos desequilibrados dos q…