Pular para o conteúdo principal

Espere o cumprimento da Palavra


1 SAMUEL 13
8 Ele esperou sete dias, o prazo estabelecido por Samuel; mas este não chegou a Gilgal, e os soldados de Saul começaram a se dispersar.
9 E ele ordenou: “Tragam-me o holocausto e os sacrifícios de comunhão”. Saul então ofereceu o holocausto; 
10 quan­do terminou de oferecê-lo, Samuel chegou, e Saul foi saudá-lo.
11 Perguntou-lhe Samuel: “O que você fez?” Saul respondeu: “Quando vi que os soldados estavam se dispersando e que não tinhas chegado no prazo estabelecido, e que os filisteus estavam reunidos em Micmás,
12 pensei: Agora, os filisteus me atacarão em Gilgal, e eu não busquei o Senhor. Por isso senti-me obrigado a oferecer o holocausto.

Muitas vezes dizemos que nos sentimos obrigados, pelas circunstâncias que nos cercam, a tomarmos certas decisões. Entretanto, a verdade é que em alguns casos, isso não está em sincronia com os objetivos de Deus, e revela a nós mesmos o nosso coração, ansioso, e que precisa ser tratado. Coração que revela que ainda não está confiando 100% no Senhor, conforme dizemos, mas apenas racionalmente - e não de todo nosso ser.

Mas a Palavra de Deus diz: “Amarás, pois, o SENHOR, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de toda a tua força.” DT 6:5. O relacionamento com Deus é em amor, através do Evangelho, e deve ser integralmente apoiado nas instruções de  Sua Palavra. Entretanto, isso não é fácil, e Deus sabe disso.

O Senhor nos leva a esperar em muitas circunstâncias e isso nem sempre é bom e nem confortável para nós. Queremos resultados, queremos as coisas rapidamente e também somos pressionados pelas circunstâncias. E ai é que nossa fé é provada.

Vemos que Saul teve seu coração revelado para si mesmo, sua dependência não estava totalmente na Palavra do Senhor, ele agiu por si mesmo. Agiu no natural, forçado pelas circunstâncias, tomou uma decisão administrativa – só que ele não era um rei como qualquer outro, ele era um ungido do Senhor.

Vejamos o que aconteceu depois:

1 SAMUEL 13
13 Disse Samuel: Você agiu como tolo, desobedecendo ao mandamento que o Senhor, o seu Deus, lhe deu; se você tivesse obedecido, ele teria estabelecido para sempre o seu reinado sobre Israel.

14 Mas agora o seu reinado não permanecerá; o Senhor procurou um homem segundo o seu coração e o designou líder de seu povo, pois você não obedeceu ao mandamento do Senhor.

Saul agiu nesciamente, ou seja, como um tolo, foi precipitado. E sabemos que esse outro homem que o texto diz, que era segundo o coração de Deus, foi Davi.

Entretanto, eu quero chamar a atenção para um fato. Quando pensamos em Davi, que foi quem se apoiou 100% na direção divina para suas batalhas e realizações, que foi quem dependeu de Deus, nós podemos ficar incomodados. E às vezes frustrados.

Sim, porque vemos que o padrão de Deus para realizar Seus planos em nossa vida é esta dependência. E, alguns de nós poderíamos, muito sinceramente, avaliar a situação e dizer: “Deus, como eu serei como Davi?”, “Como vou confiar ou depender do Senhor como ele, a fim de ser bem sucedido no serviço que o Senhor me chamar para fazer?”.

A questão, é que vemos em Davi uma disposição de buscar a Deus para obedecer a Ele mesmo. Vemos que ele confessava a Deus toda a sua imperfeição e a necessidade de que o Senhor o ajudasse. Lembremos que Davi tinha o Espírito Santo, como nós temos hoje; ele dependida da graça.

No Salmo 25:11, Davi pediu para Deus perdoar sua iniquidade, porque era grande.
No Salmo 32:5, ele chega a conclusão de que é melhor não tentar encobrir os seus pecado, mas confessá-los.
No Salmo 5.8, ele diz: “...endireita diante de mim o Teu caminho” .
E em vários lugares, pede “ajuda-me...”.

O que vemos então? Ele tinha os mesmos problemas de Saul (e você e eu), que fizeram Saul agir como um tolo. Mas, a diferença entre os dois é que Davi era sincero com o Senhor. Isso era ser segundo o coração de Deus! E foi o que lhe rendeu vitórias.

O que Saul poderia ter feito para seu fim ser diferente? (e o que nós podemos aprender a fim de nossas ações serem bem sucedidas)? Poderia, naquele momento em que se viu pressionado pelas circunstâncias, dizer: “Senhor, tu disseste para esperar. Hoje já é o ultimo dia e, em virtude da pressão do momento, eu quero fazer o que precisa ser feito para resolver logo a questão. Veja, as pessoas estão indo embora, eu não teria que fazer algo, meu Deus? Mas... eu quero entregar esse sentimento de fazer do meu jeito a Ti, porque o Senhor já me deu uma instrução, eu tenho que esperar o profeta e o dia ainda não acabou; quero confessar esse meu pecado de independência e quero aguardar o cumprimento da Tua Palavra: ajuda-me ó Deus, o meu pecado está diante de Ti, perdoa-me; eu aguardarei em Ti”.

Eu acredito que isso seria uma atitude de Davi. E que também deve ser a nossa. O sucesso da vida cristã, no sentido de um bom desempenho daquilo para o que fomos chamados, está em confiar 100% no cumprimento da Palavra de Deus. Este é um princípio imutável encontrado nas Escrituras:

DEUTERONÔMIO 30
9 Então o Senhor, o seu Deus, abençoará o que as suas mãos fizerem, os filhos do seu ventre, a cria dos seus animais e as colheitas da sua terra. O Senhor se alegrará novamente em vocês e os tornará prósperos, como se alegrou em seus antepassados,
10 se vocês obedecerem ao Senhor, o seu Deus, e guardarem os seus mandamentos e decretos que estão escritos neste Livro da Lei, e se vocês se voltarem para o Senhor, o seu Deus, de todo o coração e de toda a alma.

Pense nisso e tenha sucesso, não como no mundo, mas da forma que Deus planejou para você.

Leandro Hüttl Dias


(Versão bíblica utilizada: NVI - Nova Versão Internacional)

Comentários

  1. Amém, meu irmão! Que Palavra abençoada! Muito obrigada por nos repassar! Que Deus continue o abençoando e à Andréa, para que continuem sendo canal de benção por onde passarem!Vocês são bençãos em nossas vidas! Um grande abraço em vocês! Dos amigos e irmãos em Cristo: Daniella e Rafael

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmãos, estamos com saudades!
      Obrigado pelas palavas. Nosso Deus é bom e, como vocês sabem, sermos usados por Ele é uma benção a qual recebemos com gratidão!
      Desejamos vê-los em breve, queridos!!!
      Grande abraço para vocês!
      Leandro

      Excluir

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, comente :) !

Obs.: Caso você tenha dificuldade em publicar seu comentário, verifique o campo Comentar como e selecione Anônimo. Depois, faça seu comentário e assine no final. Pronto! É só aguardar a publicação dele, o que normalmente faço em até 24h.

Postagens mais visitadas deste blog

A experiência de continuar sendo salvo

Convido você a assistir este vídeo onde exponho a mensagem bíblica: "A experiência de continuar sendo salvo".



Gostou do vídeo? Compartilhe no Facebook, no Twitter e nas demais plataformas usando a ferramenta abaixo. Sugira novos temas. Deixe seu comentário abaixo.

FORMATURA CASADOS PARA SEMPRE - Turma IBMA 2012 / 1º Semestre

O Curso "Casados para sempre" tem alcançado pessoas ao redor do mundo todo com uma visão bíblica sobre casamento.
No dia 03 de junho de 2012 tivemos a formatura da primeira turma da Igreja Batista Maysa I, pela graça e bençãos de Deus.

A formatura aconteceu no culto de domingo a noite, e o pastor nos repassou a direção do mesmo, assim fizemos um culto das famílias para Deus. O Senhor nos abençoou com uma Palavra edificante e profunda, confirmando cada vez a suficiência da Bíblia em fornecer toda a direção necessária para a vida humana, sobretudo familiar, por meio da fé em Jesus Cristo, com a ação do Espírito Santo, pela graça de Deus.

Os casais tiveram o momento de testemunhar e cada cônjuge falou aquilo que Deus fez nas suas vidas, o que começou e está continuando. Falaram das aulas que mais gostaram e incentivaram, de livre vontade, os presentes a fazerem o Casados para Sempre. Todos os testemunhos, sem exceção, foram sinceros e demonstraram aquilo que Deus operou por mei…

GRANDES projetos, mas sem DEUS (Julio Oliveira Sanches)

Na vida diária temos muitos detalhes que fazem a diferença para os sucessos que desejamos (no sentido de objetivos serem atingidos). Escrevendo para O Jornal Batista (Ano CXIII, Edição 10), o pastor Julio Oliveira Sanches comentou acerca de grandes projetos que essa era tem feito, mas excluindo Deus, e, portanto, as consequencias colhidas. Preste muita atenção nas suas colocações, pois foi exatamente o que me fez escolher este artigo para a semana. Os destaques são meus. Confira na íntegra abaixo:

Faz parte da natureza corrompida pelo pecado "sonhar” grandes projetos para Deus, mas sem respaldo da aprovação divina. Uma tentativa de comprar os favores divinos e compensar os pecados não confessados e não perdoados. Deus não é consultado, tampouco participa da elaboração e execução das megalomanias humanas. O nome de Deus é citado como fetiche aprovador das maluquices humanas. Cabe a Deus dar a aprovação final com suas bênçãos para que o sucesso alimente os egos desequilibrados dos q…