Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2013

ESPIRITUALIDADE E CASAMENTO

Espiritualidade é quando rompemos com o natural, o material, os sentidos, o intelectual e o emocional e transcendemos, entendendo que matéria, sentidos, razão e emoção são limitados. Na verdade, nossa vida está além daquilo que percebemos pelos sentidos, tocamos, entendemos ou sentimos. Conquanto rompamos, isso não implica que anulemos o natural, na verdade este é afetado por aquele; é o que acontece no rompimento.
Temos na Bíblia exemplos de tal verdade: 
MT 17:3 - Jesus falando com Moisés e Elias acerca de uma realidade espiritual que estava regendo acontecimentos no mundo natural.  LC 22:31-32 - Jesus diz que Satanás quis peneirar Pedro, mas Ele orou por este (prova de que nossas orações podem estar nestes bastidores espirituais e fazer toda a diferença).  2 Reis 6:17 - O profeta Eliseu pede para Deus abrir a visão espiritual do seu assistente, frente a uma dificuldade no natural.
Mais sobre o assunto também pode ser visto em Jó 1 e Daniel  10; além de outras passagens.
Em Efésios…

Conversão de União Civil Homossexual em Casamento Civil no Brasil

O Brasil acordou com uma ressaca hoje pela manhã: a determinação do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), ontem, pela conversão da união estável gay (decidida pelo STF em maio de 2011) em casamento. Já era manobra prevista.
Muitos juristas entendem essa ação como ato inconstitucional, porque a Constituição, Carta Magna da nação, reconhece casamento apenas entre um homem e uma mulher. E, qualquer mudança neste sentido teria que passar pelo Legislativo. O Judiciário, neste caso, está agindo como uma monarquia, onde o rei fala e está impetrada sua vontade soberana; o que não é o caso do Brasil, uma democracia, com tripartição de poderes. Cabe recurso dessa decisão tomada ontem.
Vemos no Brasil o debate do "casamento gay" acontecendo de maneira bem polêmica, posto que foi único país até o momento onde tal "casamento" teve que entrar pela janela (a forçação de barra ontem do CNJ), e não pela porta da frente (Legislativo e depois seguindo os trâmites legais previstos na C…

Cristãos chineses veem a Bíblia pela primeira vez!

DIREITO DE MUDAR

MARISA LOBO
O Projeto de Decreto Legislativo 234/11 (PDC) foi apelidado de “cura gay”, porém, na verdade ele trata da liberdade profissional e pessoal do psicólogo, e do direito da pessoa humana de buscar ajuda para seu sofrimento psíquico em relação a sua condição homossexual não aceita. O direito de não desejar mais pessoas do mesmo sexo deve ser respeitada pelos profissionais, que não podem negligenciar a real vontade de seu paciente com discursos prontos, de que não pode acontecer uma mudança na sua condição.
A Resolução do Conselho Federal de Psicologia n.º 1/99 ultrapassou os limites do poder regulamentar inovando a ordem jurídica ilegitimamente, pois criou obrigações e vedou direitos aos profissionais de psicologia, ofendendo vários dispositivos constitucionais, como, por exemplo, o Princípio da Separação dos Poderes, o Princípio da Legalidade e o Princípio da Liberdade de Expressão. A Resolução 01/99 cerceia o direito do profissional e do ser humano que busca ajuda, e devemos …