Pular para o conteúdo principal

Por Que Casamentos Têm Conflitos e Qual o Caminho Para Tratá-los?


Os casais são agredidos por problemas deste mundo louco, que tenta machucar a relação. E de vez em quando conseguem. Há muitos (diversos!) problemas no casamento que existem pela própria negligência do casal. Mas, não pode ser que, todas as vezes, o motivo seja a não prevenção ou a falta de planejamento para algo dar errado. Às vezes, há coisas que vêm e nos desatinam.

O Japão é um país preparadíssimo para desastres naturais, só que, mesmo com toda prevenção, preparo e planejamento, catástrofes acontecem.

Casais também são atacados com tsunamis e terremotos. Sejam de ordem social, familiar, econômica, de saúde, espiritual ou outra.

Jesus ensinou o seguinte:

Mateus 7
24 Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as pratica é como um homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha. 
25 Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela não caiu, porque tinha seus alicerces na rocha. 
26 Mas quem ouve estas minhas palavras e não as pratica é como um insensato que construiu a sua casa sobre a areia. 
27 Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela caiu. E foi grande a sua queda".

Ele advertiu que viriam tempestades, e isso se dá, também, em nosso casamento. Por quê? Porque estamos falando de situações ligadas ao ser humano.

No livro de Jó vemos que, para atingi-lo, Satanás tocou em tudo dele. Para destruir o ser humano, as frentes de ataque foram as áreas da existência dele. No caso de Jó foi tudo, incluindo sua família, seu casamento...

Em 1 Pedro 5:8-10, o apóstolo declara: “Sejam sóbrios e vigiem. O diabo, o inimigo de vocês, anda ao redor como leão, rugindo e procurando a quem possa devorar. Resistam-lhe, permanecendo firmes na fé, sabendo que os irmãos que vocês têm em todo o mundo estão passando pelos mesmos sofrimentos. O Deus de toda a graça, que os chamou para a sua glória eterna em Cristo Jesus, depois de terem sofrido durante pouco de tempo, os restaurará, os confirmará, lhes dará forças e os porá sobre firmes alicerces”.

Casamentos com foco na Palavra são alvos de ataques. Embora eu tenha citado a passagem acima, que trata de problemas com o inimigo de nossas almas, Satanás, Pedro também trabalha outras fontes de problemas; não apenas do diabo.

Na mesma carta, ele nos adverte: “Amados, não se surpreendam com o fogo que surge entre vocês para os provar, como se algo estranho lhes estivesse acontecendo” (4:12). No contexto, ele está falando da pressão que enfrentamos quando optamos por não viver a vida carnal; mas, sim a vida na Palavra. E isso vai refletir num todo da vida do crente, incluindo o matrimônio.

Russel Shedd, renomado teólogo cristão, publicou um livro intitulado “O mundo, a carne o diabo” (Ed. Vida Nova), cujo propósito é alertar-nos sobre a batalha espiritual e apontar caminhos para a vitória. Infelizmente, algumas pessoas apontam todos os problemas do mundo como sendo o diabo Porém, tão infelizmente quanto, há outras pessoas que debocham disso, e dizem que o diabo não está atuando em casamentos, na vida do homem, e que tudo é problema com o pecado e o mundo. Ora, se Satanás tentou o homem no Éden, sendo este sem pecado ainda, não agiria tanto mais agora na vida humana, estando o pecado dentro de todos os indivíduos? É lógico que sim!

As duas passagens da epístola petrina, e o raciocínio organizado no livro de Shedd, ajudam-nos a entender que há diferentes fontes de problemas; mas é preciso ter a lucidez de que, segundo o Cânon (a Bíblia), de onde vêm essas informações, teremos sempre influências de todas as fontes.

Mas, Deus não protege? Jesus nos ensina que o antídoto para tudo isso é viver a Palavra; fortalecendo os alicerces. Na verdade, na passagem de Mateus 7:24-27 Jesus nos dá uma lição de planejamento espiritual.

Isso exige que princípios bíblicos sejam mirados em direção ao casamento. Por exemplo, às vezes, uma tempestade vinda do mundo ataca seu casamento, e, nesse momento seu cônjuge pode dar passos atrás e voltar a velhos hábitos que lhe machucam. Colocar o fruto do Espírito Santo no alicerce do seu relacionamento dará a você paciência, compreensão, fé para perdoar (você precisa ter perdão no alicerce do seu casamento), amor (que nunca desiste); e, para o outro lado, o domínio próprio será ótimo a fim de evitar os velhos hábitos.

Mas, isso leva tempo e investimento. Porém, com o passar dos dias você verá que ambos podem se perdoar mais rápido e voltarem a se falar antes do diabo trabalhar mais mágoas no coração e intrigas na mente. Isso já é um sinal de melhora e fruto da busca a Deus.

Marilyn Philips, fundadora, juntamente com seu marido Mike Philips, do ministério cristão Casados para Sempre, disse o seguinte: “Leva tempo, muito tempo para se ter um casamento com base na Palavra de Deus. Mas, vale a pena”.

O que você vai fazer, então, com essas verdades? E aonde vai construiu sua casa – a sua vida –, que inclui o seu casamento? Mesmo em terreno sólido, Jesus disse que viriam as tempestades, e você vai senti-las. Algumas pessoas podem dizer “não... comigo está tudo bem, não há problemas na minha família. Não reconheço isso que você está dizendo”. Realmente, algumas pessoas até não aparentam nada disso, mas há conflitos internos que só Deus conhece.

Tsunamis não ocorrem todos os dias! Eu não estou dizendo que você não vai ter dias de sol com seu amor. Só que quero falar de desafios dos bastidores.

Na época pós-moderna e pós-família que vivemos, nunca o amor de uma relação como o casamento baseado na Palavra de Deus foi necessário, a fim de que o(a) parceiro(a) nos aguarde em nossas mudanças necessárias e vice-versa. No mundo você não terá um amor assim, somente no Reino de Deus. No mundo, a política é: não deu certo, está difícil... separa, ou seja, “caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela caiu. E foi grande a sua queda".

Qual escolha você quer para seu matrimônio?

Pense nisso. Um abraço,

Leandro Hüttl Dias

PS: Se você já foi casado(a) e hoje seu casamento já não existe mais, confie em Deus plenamente para rumar sua vida, de uma maneira que Ele pode lhe surpreender. Confie na Palavra.


Adaptação da mensagem pregada em 23/02/2013 na Reunião de Casais da Igreja Batista Maysa I.

Nota: Versão bíblica utilizada: Nova Versão Internacional - NVI

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A experiência de continuar sendo salvo

Convido você a assistir este vídeo onde exponho a mensagem bíblica: "A experiência de continuar sendo salvo".



Gostou do vídeo? Compartilhe no Facebook, no Twitter e nas demais plataformas usando a ferramenta abaixo. Sugira novos temas. Deixe seu comentário abaixo.

FORMATURA CASADOS PARA SEMPRE - Turma IBMA 2012 / 1º Semestre

O Curso "Casados para sempre" tem alcançado pessoas ao redor do mundo todo com uma visão bíblica sobre casamento.
No dia 03 de junho de 2012 tivemos a formatura da primeira turma da Igreja Batista Maysa I, pela graça e bençãos de Deus.

A formatura aconteceu no culto de domingo a noite, e o pastor nos repassou a direção do mesmo, assim fizemos um culto das famílias para Deus. O Senhor nos abençoou com uma Palavra edificante e profunda, confirmando cada vez a suficiência da Bíblia em fornecer toda a direção necessária para a vida humana, sobretudo familiar, por meio da fé em Jesus Cristo, com a ação do Espírito Santo, pela graça de Deus.

Os casais tiveram o momento de testemunhar e cada cônjuge falou aquilo que Deus fez nas suas vidas, o que começou e está continuando. Falaram das aulas que mais gostaram e incentivaram, de livre vontade, os presentes a fazerem o Casados para Sempre. Todos os testemunhos, sem exceção, foram sinceros e demonstraram aquilo que Deus operou por mei…

GRANDES projetos, mas sem DEUS (Julio Oliveira Sanches)

Na vida diária temos muitos detalhes que fazem a diferença para os sucessos que desejamos (no sentido de objetivos serem atingidos). Escrevendo para O Jornal Batista (Ano CXIII, Edição 10), o pastor Julio Oliveira Sanches comentou acerca de grandes projetos que essa era tem feito, mas excluindo Deus, e, portanto, as consequencias colhidas. Preste muita atenção nas suas colocações, pois foi exatamente o que me fez escolher este artigo para a semana. Os destaques são meus. Confira na íntegra abaixo:

Faz parte da natureza corrompida pelo pecado "sonhar” grandes projetos para Deus, mas sem respaldo da aprovação divina. Uma tentativa de comprar os favores divinos e compensar os pecados não confessados e não perdoados. Deus não é consultado, tampouco participa da elaboração e execução das megalomanias humanas. O nome de Deus é citado como fetiche aprovador das maluquices humanas. Cabe a Deus dar a aprovação final com suas bênçãos para que o sucesso alimente os egos desequilibrados dos q…