Pular para o conteúdo principal

Deus lhe ouve. Você ouve a Deus e pratica?



“Ao que respondeu: Porque a vós outros é dado conhecer os mistérios do reino dos céus, mas àqueles não lhes é isso concedido.” – Mateus 13:11

Nesta passagem Jesus está explicando aos discípulos que a eles foi dado compreender os mistérios do que Ele pregava, favor este que não foi estendido a muitas pessoas.

Mas, será que Deus faz acepção de pessoas? Porque Jesus disse: “Por isso, lhes falo por parábolas; porque, vendo, não vêem; e, ouvindo, não ouvem, nem entendem. De sorte que neles se cumpre a profecia de Isaías: Ouvireis com os ouvidos e de nenhum modo entendereis; vereis com os olhos e de nenhum modo percebereis.” – Mateus 13:13-12?

Parece cruel! Contudo, como sempre o problema está com o próprio homem e não com Deus. No versículo seguinte aparece o motivo de Jesus falar assim com eles: “Porque o coração deste povo está endurecido, de mau grado ouviram com os ouvidos e fecharam os olhos; para não suceder que vejam com os olhos, ouçam com os ouvidos, entendam com o coração, se convertam e sejam por mim curados.” – Mateus 13:15.

As pessoas não querem ouvir. Elas querem dar suas explicações, falar de suas experiências, da sua visão, dizem: “eu acho assim... cada um deve fazer do seu jeito...” e por ai vai...

Contudo há alguns que não procedem dessa maneira e decidem ouvir de boa vontade, com o coração receptivo à mensagem. Mantém um coração submisso a Deus.

Mas, como você está reagindo a este favor? Sim, Deus, na Sua graça, nos dá a revelação da Sua Palavra, como uma concessão.  É-nos estendido esse favor.

1 – Como é sua atitude em relação à gratidão? O que nós, que vivemos na época após o Novo Testamento, temos hoje, era o desejo de muitos dos profetas do Velho Testamento!

2 – Como está a sua atitude em relação à obediência da fé?

Cuide para que você continue ouvindo, não tendo jamais má vontade para escutar a Palavra de Deus.

Um professor, quando ensina algo, espera que os alunos façam aquilo, que pratiquem. Sejam os exercícios, sejam experiências práticas, sejam textos. Mas, o mestre aguarda que o aluno produza algo. Também é assim com nosso Mestre celestial. Quando Ele nos revela a Sua Palavra, Ele espera realmente que venhamos a praticar (pois Ele nos dá ensino e graça).

Jesus disse em várias ocasiões: “Quem tem ouvidos para ouvir, ouça”. Mas, depois, a Palavra também ensina que devemos ser praticantes e não apenas ouvintes. A Bíblia não indica que devemos ouvir e ficar maravilhados. Basta obedecer, cumprir, e, assim, estará realizando o desejo do Mestre. Que, por Sua vez, só lhe ensina o que é bom.

Examine o que a Escritura diz: “Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz e  não de mal, para vos dar o fim que desejais”. - Jeremias 29:11.

A diferença entre a teoria e a prática é que a teoria é, via de regra, toda “organizada” na sua apresentação. Podemos nos sentar sobre pedras (tempo de Jesus), ou num auditório refrigerado com telão (nosso tempo). Então, ouvimos, meneamos a cabeça, sorrimos, choramos, ficamos chocados, concordamos, discordamos em nosso coração (para depois ver que estávamos errados)... Tudo tem um início, meio e fim – tudo certinho, e no, final todos saem, podem se cumprimentar e comer alguns pães multiplicados por Cristo – ou o lanche da cantina da igreja. Até aqui tudo bem.

Porém, a prática é diferente. Ela nem sempre tem a lógica da teoria, com o início, meio e fim demarcado. Ela não é “arrumadinha”, mas conta com desafios, como de ir contra a rotina, contra imprevisto, resistência, zona de conforto e etc. Mas... você deve começar. Você deve de forma simples fazer o que aprendeu e depois aperfeiçoar. No início não terá, talvez, o brilho da teoria; mas uma criança não começa a andar como nós adultos andamos. Então, quando tiver um ensinamento espiritual, faça. Você pode até errar e parecer estar meio fora do convencional, mas, você estará andando como um adulto, após algumas tentativas, quedas e até machucados.

O grande problema da Igreja é que, como enxerga que não vai poder andar já de pronto, como um adulto anda – que seria um modelo teórico para uma criança, por exemplo -, então fica estagnada. Ouvimos, falamos, escrevemos, ensinamos, mas não fazemos, porque percebemos que não começaremos com perfeição... e os outros estão olhando.

Não se preocupe com isso. Deus, que julga retamente, sabe o seu coração. Comece a praticar o que ouve no culto de domingo, mesmo que fique sem graça no início. Se Deus revelou a você a Sua Palavra, isso foi dado porque você teve boa disposição de mente e coração. Agora, tenha a mesma disposição para a ação.

Não fique preso às pessoas, uma vez que você está sinceramente disposto a acertar ao praticar o que aprendeu – mesmo que venha a, por acidente, errar. Não tenha medo. Pratique, “E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus.” FP 4:7

Este texto é dedicado àqueles que estão começando a fé, mas, às vezes, estranhando tanta crítica que temos por ai, que inibe – e esquece – os novos crentes em Jesus. Também é para aqueles que conhecem o Evangelho há mais tempo, mas têm medo de errar.

Não se intimide com a arrogância dos outros, ou com os “juízes” que temos por ai, mesmo que eles tenham títulos evangélicos. Não estou dizendo que você deve fazer qualquer coisa e seguir qualquer pessoa. Estou dizendo que, tendo a Bíblia (não apenas versículos bíblicos isolados) como base para o que deseja fazer e cumprir, não tenha medo de tentar: confie em Jesus.

“...e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos. Amém!”
MT 28:20 ARC

Ele está conosco para nos ajudar e impulsionar a viver a Palavra. Não fique só na teoria e no aprendizado.

Pense nisso,

Leandro Hüttl Dias

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A experiência de continuar sendo salvo

Convido você a assistir este vídeo onde exponho a mensagem bíblica: "A experiência de continuar sendo salvo".



Gostou do vídeo? Compartilhe no Facebook, no Twitter e nas demais plataformas usando a ferramenta abaixo. Sugira novos temas. Deixe seu comentário abaixo.

FORMATURA CASADOS PARA SEMPRE - Turma IBMA 2012 / 1º Semestre

O Curso "Casados para sempre" tem alcançado pessoas ao redor do mundo todo com uma visão bíblica sobre casamento.
No dia 03 de junho de 2012 tivemos a formatura da primeira turma da Igreja Batista Maysa I, pela graça e bençãos de Deus.

A formatura aconteceu no culto de domingo a noite, e o pastor nos repassou a direção do mesmo, assim fizemos um culto das famílias para Deus. O Senhor nos abençoou com uma Palavra edificante e profunda, confirmando cada vez a suficiência da Bíblia em fornecer toda a direção necessária para a vida humana, sobretudo familiar, por meio da fé em Jesus Cristo, com a ação do Espírito Santo, pela graça de Deus.

Os casais tiveram o momento de testemunhar e cada cônjuge falou aquilo que Deus fez nas suas vidas, o que começou e está continuando. Falaram das aulas que mais gostaram e incentivaram, de livre vontade, os presentes a fazerem o Casados para Sempre. Todos os testemunhos, sem exceção, foram sinceros e demonstraram aquilo que Deus operou por mei…

GRANDES projetos, mas sem DEUS (Julio Oliveira Sanches)

Na vida diária temos muitos detalhes que fazem a diferença para os sucessos que desejamos (no sentido de objetivos serem atingidos). Escrevendo para O Jornal Batista (Ano CXIII, Edição 10), o pastor Julio Oliveira Sanches comentou acerca de grandes projetos que essa era tem feito, mas excluindo Deus, e, portanto, as consequencias colhidas. Preste muita atenção nas suas colocações, pois foi exatamente o que me fez escolher este artigo para a semana. Os destaques são meus. Confira na íntegra abaixo:

Faz parte da natureza corrompida pelo pecado "sonhar” grandes projetos para Deus, mas sem respaldo da aprovação divina. Uma tentativa de comprar os favores divinos e compensar os pecados não confessados e não perdoados. Deus não é consultado, tampouco participa da elaboração e execução das megalomanias humanas. O nome de Deus é citado como fetiche aprovador das maluquices humanas. Cabe a Deus dar a aprovação final com suas bênçãos para que o sucesso alimente os egos desequilibrados dos q…