Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2012

Acerca da exclusão da frase "Deus seja louvado" das notas de Real

Tal pedido foi feito pelo mesmo procurador que já se opos judicialmente contra um pastor evangélico, sob acusação de "homofobia", usando uma farsa, criada através de uma video-montagem. Acho estranho e grave (parafraseando a ministra Carmem Lúcia, STF), um procurador da República usar de tal artifício. Acredito que ele possa se manfestar em defesa de suas idéias; porém, enganar para atingir qualquer fim, é um ato ao qual um procurador da Repúblia deveria se opor pela própria natureza do seu cargo.
Veja esse pequeno texto abaixo que cita a manifetação do próprio Banco Central, reagindo ao pedido do procurador da República Jefferson Aparecido Dias: O Banco Central acredita que a expressão não é ilícita por não defender nenhuma religião, citando que o Estado é laico, mas não é ateu ou antirreligioso. “O Estado, por não ser ateu, anticlerical ou antirreligioso, pode legitimamente fazer referência à existência de uma entidade superior, de uma divindade, desde que, assim agindo, …