Pular para o conteúdo principal

É DIFERENTE

Sempre haverá diferenças na massa de pessoas que acreditou em Jesus Cristo, nosso Senhor.

Hoje pela manhã eu conversava com um irmão de fé, o qual crê no Sangue Redentor do Filho Amado de Deus, e que hoje segue-O, segundo a revelação dada para este propósito: a Bíblia.

Enquanto ele contava algumas situações do seu cotidiano eu via diferenças na sua forma de agir em relação a minha, e isso segundo nossa mesma crença. Situações em que ele fez coisas que eu não faria, e outras em que ele se omitiu e eu certamente me manifestaria - seguramente.

Vi ousadias dele que me motivaram a agir. Não igual a ele, porque ninguém é igual a ninguém, mas exemplos inspiram. Mas decepcionei-me com algumas afirmações as quais não creio há muito.

As diferenças existem no Corpo de Cristo não em função do próprio Cristo, mas em função das pessoas que compõe o Corpo. Temos personalidades diferentes. Temos dons dados por Deus que são diferentes. Temos chamados que não são iguais. E o expressar disso tudo é o que vemos diante de nossos olhos: diferenças. 

Mas são diferenças sobre a mesma base: Cristo morreu por nós pecadores, que arrependidos confessamos nossa condição e a Obra dEle sobre nossas vidas como obra redentora.

Mas não devemos nos discriminar pelas distinções. Nem devemos achar que a verdade é a exata reprodução da nossa vida, dons, ações e pensamentos. Cristo é grande demais, a saber, infinito, para que toda a humanidade O expresse, O represente, O sirva com todos os propósitos que a mente dEle tem. Ninguém jamais suportaria tudo sozinho.

Mas, embora sendo infinito, o Senhor deixou uma Revelação clara de Si, as Escrituras Sagradas, a medida que pudesse ser compreendida enquanto estamos nesta vida em companhia do pecado, que nos limitou na compreensão da santidade. E olha que não compreendemos tudo, mas seguramente o Cânon (a Bíblia) é compreensível na sua composição mais básica: arrependimento e volta para Deus.

Arrependimento do quê? Do pecado, que se manifesta em pecados como homossexualismo, adultério, inveja, roubo, ganância e outros que desfilam diante de nossos olhos na tela da TV, nas calçadas, na mesa ao lado no escritório. Em toda essa distorção que querem fazer na transloucada tentativa de legitimar o erro.

Isso é o mundo, é o coração não arrependido e  não reconciliado com Deus, querendo falar palavras bonitas evangélicas, mas não querendo deixar o pecado. Querendo torná-lo legal - ou menos punível - na lei dos homens, porém com a impossibilidade de fazer isso na lei de Deus que é Eterna, sempre foi e sempre será como está. Isto é imutável.

O Corpo de Cristo também tem diferenças porque sofre tais influências e deveria se limpar disso para fortalecer a fé. Para fortalecer os irmãos. Diferenças deveriam ser tratadas como diferenças, não como disputas. Ainda falhamos. Ainda estamos carnais. O trabalho de Paulo ontem é o de hoje também: esforçar-se para socorrer os que ainda não entenderam, afim de não ter corrido em vão. 

Ainda estamos carnais e não nos mobilizamos para estarmos espirituais. Achamos tudo na igreja 'legalzinho' e alegre, mas não nos preocupamos tanto quanto deveríamos, estamos sempre distraídos, entretidos. Engraçado que nisso não há tanta diferença em muitas igrejas e líderes.

Nossas diferenças marcam por crermos no mesmo Deus (mas como pode?): nossas diferenças mostram que não seguimos uma religião (senão isso não seria possível!), mas o Evangelho, as boas novas de Deus para a salvação de todo aquele que crê. 

Acostume-se porque elas sempre existirão, estarão por ai e você e eu precisamos superar qualquer tentativa de igualar o Corpo de Cristo, exceto na condição de que temos que ser santos.

Mas principalmente a realização de tarefas, desde que dentro dos limites da santidade, serão diferentes - e criativas - porque somos à imagem e semelhança do Criador! Veremos trabalhos, abordagens e propostas diferentes! Mas não menos santas por causa disso.

Deus pode operar na diferença sem ceder um milímetro em santidade. O homem com Deus, pela Sua graça e pelos Méritos do Seu Filho, também. Mas muitos homens ao ouvirem falar de "diferenças", logo tentam colocar seu comportamento pecaminoso no meio, dizendo que é seu estilo. Por isso precisamos nos arrepender.

Quando ouvir falar que não são todos iguais, porém são santos, glorifique a Deus! Este é o Corpo de Jesus Cristo!

Amém.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A experiência de continuar sendo salvo

Convido você a assistir este vídeo onde exponho a mensagem bíblica: "A experiência de continuar sendo salvo".



Gostou do vídeo? Compartilhe no Facebook, no Twitter e nas demais plataformas usando a ferramenta abaixo. Sugira novos temas. Deixe seu comentário abaixo.

FORMATURA CASADOS PARA SEMPRE - Turma IBMA 2012 / 1º Semestre

O Curso "Casados para sempre" tem alcançado pessoas ao redor do mundo todo com uma visão bíblica sobre casamento.
No dia 03 de junho de 2012 tivemos a formatura da primeira turma da Igreja Batista Maysa I, pela graça e bençãos de Deus.

A formatura aconteceu no culto de domingo a noite, e o pastor nos repassou a direção do mesmo, assim fizemos um culto das famílias para Deus. O Senhor nos abençoou com uma Palavra edificante e profunda, confirmando cada vez a suficiência da Bíblia em fornecer toda a direção necessária para a vida humana, sobretudo familiar, por meio da fé em Jesus Cristo, com a ação do Espírito Santo, pela graça de Deus.

Os casais tiveram o momento de testemunhar e cada cônjuge falou aquilo que Deus fez nas suas vidas, o que começou e está continuando. Falaram das aulas que mais gostaram e incentivaram, de livre vontade, os presentes a fazerem o Casados para Sempre. Todos os testemunhos, sem exceção, foram sinceros e demonstraram aquilo que Deus operou por mei…

GRANDES projetos, mas sem DEUS (Julio Oliveira Sanches)

Na vida diária temos muitos detalhes que fazem a diferença para os sucessos que desejamos (no sentido de objetivos serem atingidos). Escrevendo para O Jornal Batista (Ano CXIII, Edição 10), o pastor Julio Oliveira Sanches comentou acerca de grandes projetos que essa era tem feito, mas excluindo Deus, e, portanto, as consequencias colhidas. Preste muita atenção nas suas colocações, pois foi exatamente o que me fez escolher este artigo para a semana. Os destaques são meus. Confira na íntegra abaixo:

Faz parte da natureza corrompida pelo pecado "sonhar” grandes projetos para Deus, mas sem respaldo da aprovação divina. Uma tentativa de comprar os favores divinos e compensar os pecados não confessados e não perdoados. Deus não é consultado, tampouco participa da elaboração e execução das megalomanias humanas. O nome de Deus é citado como fetiche aprovador das maluquices humanas. Cabe a Deus dar a aprovação final com suas bênçãos para que o sucesso alimente os egos desequilibrados dos q…