Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2011

JESUS, O REMÉDIO PARA UMA IGREJA ENFERMA

Por Hernandes Dias Lopes

Jesus, o remédio para uma igreja enferma
Alguns estudiosos da Bíblia, dentre as fileiras do Dispensacionalismo, afirmam que as setes igrejas da Ásia Menor são um símbolo dos sete períodos da história da igreja, assim classificados: Éfeso simboliza a igreja apostólica; Esmirna, a igreja dos mártires; Pérgamo, a igreja oficial dos tempos de Constantino; Tiatira, a igreja apóstata da Idade Média; Sardes, a igreja da Reforma; Filadélfia, a igreja das missões modernas e Laodicéia, a igreja contemporânea. Essa classificação, entretanto, não tem qualquer amparo histórico nem qualquer fundamentação bíblica.
Jesus elogia duas dessas igrejas: Esmirna e Filadélfia, mesmo sendo a primeira pobre e a segunda fraca. Quatro delas recebem elogios e censuras: Éfeso, Pérgamo, Tiatira e Sardes. A última, Laodicéia, só recebe censuras e nenhum elogio. Algumas lições podemos aprender com essas igrejas:
1. Jesus conhece profundamente a sua igreja. Jesus está no meio da igreja e anda no …

ARREPENDIMENTO, O CAMINHO DA RESTAURAÇÃO

Estudo Bíblico sobre: "Arrependimento, o caminho da restauração"
Por Hernandes Dias Lopes
Arrependimento, o caminho da restauração Referência: Salmos 51.1-19 INTRODUÇÃO 1. Os homens gostam de olhar e as mulheres de serem olhadas. Porque uma mulher estava se banhando de janela aberta uma tragédia aconteceu. 2. Este Salmo é o registro da agonia da alma de Davi, após o seu terrível crime de adultério e assassinato. 3. Davi viu, cobiçou, adulterou e tentou esconder o seu pecado. 4. Ele usou quatro planos para encobrir o seu pecado: a) PLANO A – Dar férias ao marido de Bate-Seba. b) PLANO B – Dar um banquete ao marido de Bate-Seba. c) PLANO C – Encomendar a morte do

COMO EVITAR DESEQUILÍBRIOS RELIGIOSOS

Por A. W. Pink
Os nossos esforços para sermos corretos nos podem conduzir ao erro.
A operação do Espírito, no coração humano, não é inconsciente nem automática. A vontade e a inteligência humana devem ceder e cooperar com as benignas intenções de Deus. Penso que é neste ponto que muitos de nós se perdem. Ou tentamos nos tornar santos, e, então, falhamos miseravelmente; ou, então, procuramos atingir um estado de passividade espiritual, esperando que Deus aperfeiçoe nossa natureza, em santidade, como alguém que se assentasse esperando que um ovo de pintarroxo chocasse sozinho. Trabalhamos febrilmente, para conseguir o impossível, ou não trabalhamos de forma alguma. O Novo Testamento nada conhece da operação do Espírito em nós, à parte de nossa própria resposta moral favorável. Vigilância, oração, autodisciplina e aquiescência inteligente aos propósitos de Deus são indispensáveis para qualquer progresso real na santidade. Existem certas áreas de nossas vidas em que os nossos esforços para …

A ESCOLHA DO CARPINTEIRO!

Por Max Lucado
A porta pesada rangeu nas dobradiças enquanto empurrava para abrir. Com poucos passos Ele atravessou a oficina silenciosa e abriu a veneziana de madeira para ajustar os raios de luz do sol que penetravam na escuridão, pintando uma caixa da luz do dia no chão sujo.
Ele olhou ao redor na oficina de carpintaria. Ele ficou parado por um momento no abrigo do pequeno aposento que guardava tantas doces lembranças. Balançou o martelo em sua mão. Passou seus dedos entre os dentes pontudos da serra. Bateu na madeira gasta e suave do cavalete. Ele veio para despedir-se.
Era hora dEle ir embora. Ele ouviu algo que O fez saber que era hora de ir. Então veio pela última vez sentir o cheiro de serragem.
A vida era calma aqui. A vida era tão... segura.
Aqui Ele passou horas incontáveis de contentamento. Neste chão sujo brincou como uma criança que começa a andar enquanto o seu Igual trabalhava. Aqui José O ensinou como segurar um martelo. E nesta bancada Ele construiu sua primeira cadeira.
E…