Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2011

DEIXE ESPAÇO PARA OS MILAGRES!

Por Sérgio Müller
Em nosso mundo de orçamentos, planejamentos de longo prazo e computadores, não achamos difícil acreditar no inacreditável?

Pense bem, e diga a verdade: A maioria de nós não tende a examinar a vida com rugas na testa e andar com passos cautelosos?

Talvez você seja mais um que tenha de admitir: é difícil imaginar que Deus pode nos surpreender.

Abrir um pequeno espaço para milagres hoje, bem... Será?

"Se eu não vir as marcas dos pregos em suas mãos... e não puser a minha mão no seu lado, não crerei.” João 20:25

Cometemos o mesmo erro que Tomé cometeu: esquecemos que “impossível” é uma das palavras preferidas de Deus.

Sabe, tenho vários amigos que lêem as histórias bíblicas, mas acham que elas são coisas só do passado, e que Deus não faz mais “aquelas coisas extraordinárias”. Quanto engano! Deus continua o mesmo, fazendo os mesmos milagres que fez no passado.

E quanto a você? Como está sua imaginação esses dias? Quando foi a última vez que você deixou alguns do…

É SEMPRE UMA FALTA DE AMOR CRITICAR E JULGAR?

Por Augustus Nicodemus Lopes

Tornou-se comum evangélicos acusarem de falta de amor outros evangélicos que tomam posicionamentos firmes em questões éticas, doutrinárias e práticas. A discussão, o confronto e a exposição das posições de outros são consideradas como falta de amor.
Essa acusação reflete o sentimento pluralista e relativista que permeia a mentalidade evangélica de hoje e que considera todo confronto teológico como ofensivo. Nossa época perdeu a virilidade teológica. Vivemos dias de frouxidão, onde proliferam os que tremem em frêmito diante de uma peleja teológica de maior monta, e saem gritando histéricos, "linchamento, linchamento"!
Pergunto-me se a Reforma protestante teria acontecido se Lutero e os demais companheiros pensassem dessa forma.
É possível que no calor de uma argumentação, durante um debate, saiam palavras ou frases que poderiam ter sido ditas ou escritas de uma outra forma. Aprendi com meu mentor espiritual, Pr. Francisco Leonardo Schalkwijk, que a sa…

A CRUZ (MAIS DO QUE NUNCA) CHEGANDO NAS PROFISSÕES

Você acha que a chamada divina envolve somente cargos eclesiásticos?

Por Valmir Nascimento
A chamada divina é um dos temas mais fascinantes da vida cristã. O assunto vocação celestial abre-nos a visão para um plano belo e perfeito de um Deus supremo que, de modo especial, convoca-nos a vivermos Nele e para Ele. Pelo Texto Sagrado, todo cristão foi chamado pelo propósito de Deus (Rm. 8.28); para ser de Cristo (Rm. 1.6); e para a comunhão com Ele (1Co. 1.9).
Como definiu o sociólogo cristão Os Guinnes: “O chamado é a verdade com que Deus nos chama para si mesmo tão decisivamente que tudo o que somos, tudo o que fazemos e tudo o que temos é investido com devoção especial, dinamismo e direção vividos como resposta à sua convocação e serviço”.
Apesar de fascinante, entretanto, a abordagem dessa temática dentro do círculo ministerial, não poucas vezes, é feita de forma estreita, circunscrevendo a vocação e a mordomia cristã ao âmbito eminentemente eclesiástico. Grosso modo, a compreensão que s…

Milagres partidários petistas

Por Carlos Dias
Em que pese o assunto em pauta ser o avanço patrimonial de Palocci - que com o perdão do trocadilho infame, nos transforma em Palhaços - muitos outros menos citados também enriqueceram de forma substancial. O filho do ex-presidente Lula se tornou um excelente empresário, entre outros tantos governistas que poderiam ser citados. 
É a ascensão do capital e trabalho, uma moeda e duas faces.
Na verdade, Palocci é um injustiçado da mídia jornalística, pois é um exemplo de político incomparável na história brasileira, um patriota! 
Afinal de contas, quem se retira da iniciativa privada, onde aufere ganhos milionários, por pura dedicação à vida pública para receber um salário de ministro, em torno de R$ 25.000,00 - quando a vida empresarial lhe rendia em torno de R$ 1.600.000,00 por mês? 
Nossa inteligência é de salário-família e nossa reação inerte, digna de nossas atuais lideranças.
Antonio Palocci, como estudioso de economia, aplicou em sua vida privada o Plano Marshall. Esta a …