Pular para o conteúdo principal

Satisfação garantida!

Por Jôer Corrêa Batista   

Fomos persuadidos: o lance da vida é ter certeza de tudo. Educados para correr atrás de certezas e abominar as dúvidas nos tornamos escravos de um sistema que nos prende a uma interminável corrida contra as interrogações. Nosso ambiente respira essa ilusória certeza de que podemos ter certeza de qualquer coisa. Certeza do quê? Repetimos, pleonasticamente, que precisamos ter absoluta certeza, mas o resultado final de nossa busca é frustração.

Veja os slogans comerciais de produtos e serviços que nos são oferecidos, perceba os argumentos usados para nos convencer. As imobiliárias nos dizem que com elas podemos ter "certeza de um bom negócio", os investidores nos tranqüilizam com sua garantia de bons resultados; produtos nos são oferecidos com "satisfação garantida"; os supermercados nos oferecem "compromisso de menores preços ou o nosso dinheiro de volta". Como crianças, estamos treinados a submeter a vida à "prova dos nove".

Entretanto, a nossa pretensa certeza é irônica, zomba de nós, ri de nossa segurança, graceja de nossos esforços em busca de convicções. Por causa dela, quanto mais "certo" estou, mas ansioso fico. A certeza me torna inseguro, frágil e paradoxalmente duvidoso. Por exemplo, quero ter certeza sobre o caráter das pessoas, desejo me relacionar com elas convicto de que as conheço e sei quem são, mas as pessoas são como o clima, o máximo que consigo delas é uma previsão.

Queremos ter certeza do sucesso da cirurgia, do tratamento de saúde, do sentimento alheio, de uma decisão importante, enfim, do futuro. A certeza é tão volátil que as pessoas lançam mão de todos os meios para assegurá-Ia, sentí-la e apalpá-la, caso fosse possível. Caixinhas de promessa, consultas a videntes ou a mortos fazem parte de um extenso cardápio ao qual submetemos a vida com expectativa de que tenhamos provas e evidências que nos tranquilizem. Ledo engano, a certeza absoluta não é apenas um pleonasmo, é uma utopia. 

Quais certezas posso ter? É a vida um emaranhado de interrogações e dúvidas sem respostas? Não! Quando Abraão buscou a certeza do cumprimento da promessa por parte de Deus, Deus lhe deu um sinal, a circuncisão, aquele era o sinal da certeza da aliança (Gn 17), mas lembre-se, a circuncisão é o selo da Fé (Rm 4.11). Quando os fariseus pediram sinais da parte de Jesus para terem a certeza de sua autoridade, a sua resposta foi apontar para o sinal do profeta Jonas, em uma óbvia referência à sua morte e ressurreição (Mt 12.38 à 42). Quando Jó se encontrou no âmago dos acontecimentos inexplicáveis de sua vida, sobrou-lhe uma única certeza, o seu Redentor (Jó 19.25). Ó! Meu querido, deveríamos lembrar que a certeza de cousas que se esperam e a convicção de fatos que se não vêem se chama Fé (Hb 11.1). 

Portanto, meus amados, a nossa certeza é o Senhor, Seu Ser e Atributos; Suas Obras Soberanas. Confie nEle.


Pr. Jôer Corrêa Batista - Igreja Presbiteriana do Brasil
Texto adaptado com título original de "Prova dos nove".

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A experiência de continuar sendo salvo

Convido você a assistir este vídeo onde exponho a mensagem bíblica: "A experiência de continuar sendo salvo".



Gostou do vídeo? Compartilhe no Facebook, no Twitter e nas demais plataformas usando a ferramenta abaixo. Sugira novos temas. Deixe seu comentário abaixo.

FORMATURA CASADOS PARA SEMPRE - Turma IBMA 2012 / 1º Semestre

O Curso "Casados para sempre" tem alcançado pessoas ao redor do mundo todo com uma visão bíblica sobre casamento.
No dia 03 de junho de 2012 tivemos a formatura da primeira turma da Igreja Batista Maysa I, pela graça e bençãos de Deus.

A formatura aconteceu no culto de domingo a noite, e o pastor nos repassou a direção do mesmo, assim fizemos um culto das famílias para Deus. O Senhor nos abençoou com uma Palavra edificante e profunda, confirmando cada vez a suficiência da Bíblia em fornecer toda a direção necessária para a vida humana, sobretudo familiar, por meio da fé em Jesus Cristo, com a ação do Espírito Santo, pela graça de Deus.

Os casais tiveram o momento de testemunhar e cada cônjuge falou aquilo que Deus fez nas suas vidas, o que começou e está continuando. Falaram das aulas que mais gostaram e incentivaram, de livre vontade, os presentes a fazerem o Casados para Sempre. Todos os testemunhos, sem exceção, foram sinceros e demonstraram aquilo que Deus operou por mei…

GRANDES projetos, mas sem DEUS (Julio Oliveira Sanches)

Na vida diária temos muitos detalhes que fazem a diferença para os sucessos que desejamos (no sentido de objetivos serem atingidos). Escrevendo para O Jornal Batista (Ano CXIII, Edição 10), o pastor Julio Oliveira Sanches comentou acerca de grandes projetos que essa era tem feito, mas excluindo Deus, e, portanto, as consequencias colhidas. Preste muita atenção nas suas colocações, pois foi exatamente o que me fez escolher este artigo para a semana. Os destaques são meus. Confira na íntegra abaixo:

Faz parte da natureza corrompida pelo pecado "sonhar” grandes projetos para Deus, mas sem respaldo da aprovação divina. Uma tentativa de comprar os favores divinos e compensar os pecados não confessados e não perdoados. Deus não é consultado, tampouco participa da elaboração e execução das megalomanias humanas. O nome de Deus é citado como fetiche aprovador das maluquices humanas. Cabe a Deus dar a aprovação final com suas bênçãos para que o sucesso alimente os egos desequilibrados dos q…