Pular para o conteúdo principal

Perseguição urbana


“Digo isso porque eu não estarei por perto para auxiliá-lo muito tempo mais. Meu tempo está quase terminado. Daqui a pouco eu estarei a caminho do céu. Muito tempo lutei incansavelmente por meu Senhor e no meio de tudo eu me conservei fiel a Ele. E agora chegou a hora de eu parar de lutar e descansar. Lá no céu me espera uma coroa, a qual o Senhor, o justo juiz, me dará naquele grande dia do seu regresso. E não só a mim, mas a todos aqueles cujas vidas mostram que eles estão aguardando ansiosamente a sua vinda outra vez”- 2 Timóteo 4.6-8, Bíblia Viva.

No livro Introdução ao novo testamento, os autores Carson, Moo e Morris, comentam que na segunda carta que Paulo enviou à Timóteo, ele nos mostra a maneira como um mártir cristão deve enfrentar a morte, mas observam o seguinte a cerca desta contribuição de Paulo:
Aqueles que vivem confortavelmente em comunidades seguras não devem fazer pouco caso desta contribuição, pois em muitos países com governos anti-cristãos, as pessoas ainda morrem por sua fé. Alías, uma recente nota jornalística nos informa que na nossa era uma média de 330.000 cristãos são martirizados anualmente por sua fé, o que significa que hoje em dia talvez haja mais mártires do que em qualquer outro período da história.¹
Morrer por Cristo é uma realidade distante para a maioria dos jovens urbanos do ocidente. Mas podemos chegar a afirmar que nenhuma perseguição sofrem os jovens urbanos? No Brasil não podemos dizer que nos discriminam por sermos evangélicos, embora esta tenha sido uma realidade no passado, vemos que desfrutamos de status social por termos abraçado a fé. Em parte, ai reside nosso problema. Mas ainda temos alguma perseguição, ocorre quando somos evangélicos de fato, no momento em que nossa ética, integridade, moral e fé são confrontados e não quando simplesmente nos perguntam de qual “religião” ou Igreja nós somos. No colégio ou faculdade o jovem é discriminado por afirmar que aguarda o casamento para iniciar sua vida sexual. No trabalho, em questões como mentir e adulterar, os olhares são de cobrança (mas às vezes num misto de admiração). E mesmo na Igreja acontece uma situação: alguns esperarem que devamos sempre “estar bem”, do contrário somos perseguidos por idéias de que pouco acreditamos no poder de Deus. De alguma forma somos perseguidos por cobranças, em gestos e olhares, numa linguagem não verbal, mas uma perseguição comportamental.

Mas, que relação existe no ensino de Paulo demonstrado acima com nossa realidade, você pode estar se questionando, afinal. Todos os que são perseguidos pelo Evangelho, o fazem dignamente, conscientemente e de maneira firme, assim, a mensagem que podemos tirar, para nossa reflexão de perseguição urbana, é: enfrentá-la da mesma maneira, com o poder do mesmo Espírito Santo, trazendo tal prática de comportamento cristão para a vida na cidade, enfrentando as situações com serenidade e fé, jamais esquecendo que conseguimos isso pela graça.

Por Leandro Hüttl Dias


Anotações:
¹CARSON, D.A et al. Introdução ao novo testamento. São Paulo: Vida Nova, 1997.


Comentários

  1. Oremos por eles mas não tenhamos pena deles, tenhamos pena de nós que estamos tão confortáveis em nossa liberdade religiosa que, em muitos casos, nem sequer entendemo o que é ser entregue a morte todos os dias! Escrevi sobre isso neste artigo:
    Um Convite ao Sofrimento - convite-sofrimento

    Deus abençõe!

    Site da Igreja Apostólica Palavra Viva - Jesus-evangelho

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, comente :) !

Obs.: Caso você tenha dificuldade em publicar seu comentário, verifique o campo Comentar como e selecione Anônimo. Depois, faça seu comentário e assine no final. Pronto! É só aguardar a publicação dele, o que normalmente faço em até 24h.

Postagens mais visitadas deste blog

A experiência de continuar sendo salvo

Convido você a assistir este vídeo onde exponho a mensagem bíblica: "A experiência de continuar sendo salvo".



Gostou do vídeo? Compartilhe no Facebook, no Twitter e nas demais plataformas usando a ferramenta abaixo. Sugira novos temas. Deixe seu comentário abaixo.

FORMATURA CASADOS PARA SEMPRE - Turma IBMA 2012 / 1º Semestre

O Curso "Casados para sempre" tem alcançado pessoas ao redor do mundo todo com uma visão bíblica sobre casamento.
No dia 03 de junho de 2012 tivemos a formatura da primeira turma da Igreja Batista Maysa I, pela graça e bençãos de Deus.

A formatura aconteceu no culto de domingo a noite, e o pastor nos repassou a direção do mesmo, assim fizemos um culto das famílias para Deus. O Senhor nos abençoou com uma Palavra edificante e profunda, confirmando cada vez a suficiência da Bíblia em fornecer toda a direção necessária para a vida humana, sobretudo familiar, por meio da fé em Jesus Cristo, com a ação do Espírito Santo, pela graça de Deus.

Os casais tiveram o momento de testemunhar e cada cônjuge falou aquilo que Deus fez nas suas vidas, o que começou e está continuando. Falaram das aulas que mais gostaram e incentivaram, de livre vontade, os presentes a fazerem o Casados para Sempre. Todos os testemunhos, sem exceção, foram sinceros e demonstraram aquilo que Deus operou por mei…

GRANDES projetos, mas sem DEUS (Julio Oliveira Sanches)

Na vida diária temos muitos detalhes que fazem a diferença para os sucessos que desejamos (no sentido de objetivos serem atingidos). Escrevendo para O Jornal Batista (Ano CXIII, Edição 10), o pastor Julio Oliveira Sanches comentou acerca de grandes projetos que essa era tem feito, mas excluindo Deus, e, portanto, as consequencias colhidas. Preste muita atenção nas suas colocações, pois foi exatamente o que me fez escolher este artigo para a semana. Os destaques são meus. Confira na íntegra abaixo:

Faz parte da natureza corrompida pelo pecado "sonhar” grandes projetos para Deus, mas sem respaldo da aprovação divina. Uma tentativa de comprar os favores divinos e compensar os pecados não confessados e não perdoados. Deus não é consultado, tampouco participa da elaboração e execução das megalomanias humanas. O nome de Deus é citado como fetiche aprovador das maluquices humanas. Cabe a Deus dar a aprovação final com suas bênçãos para que o sucesso alimente os egos desequilibrados dos q…