Pular para o conteúdo principal

Obediência e profecias

Lendo a Bíblia hoje pela manhã fiquei pensativo acerca da oração que Daniel fez a Deus em Dn 9, confessando a Ele todos os erros que o povo no geral cometera contra o Senhor.

Daniel coloca uma frase digna de observação: "Conforme está escrito na lei de Moisés, toda essa desgraça nos atingiu, e ainda assim não temos buscado o favor do Senhor, o nosso Deus, afastando-nos de nossas maldades e obedecendo à Tua verdade. O Senhor não hesitou em trazer desgraça sobre nós, pois o Senhor, o nosso Deus, é justo em tudo o que faz; ainda assim não lhes demos atenção" Dn 9.13-14.

Quem conhece a história sabe que se trata do justo juízo de Deus sobre a nação de Israel por terem se desviado da Palavra dEle. Isto faz ocorrer duas idéias a princípio: Daniel diz que o povo não obedeceu a Lei e nem deu ouvidos aos profetas.

Em nossos dias muitos não querem dar ouvidos à Bíblia, mas tem uma inclinação para ouvir profetas e os buscam. Talvez por não terem a idéia exata de como e para que agia um profeta do Antigo Testamento que dizia "Assim diz o Senhor" (e querem ouvir isso). Contudo ao abrir a Bíblia e ver os profetas em ação, sua atividade sempre era de reconduzir à Lei de Deus, às Escrituras! Eles falavam abertamente para o povo se arrepender e voltar a obedecer à Palavra de Deus. A direção para nossa vida é a Palavra de Deus, o que vier de profecias será para nos reconduzir a este caminho. Sim, vemos até no Novo Testamento profetas alertando acerca de situações que viriam adiante, e entre dons do Espírito, - ativos até hoje -, os de profecia. Contudo notemos que isso era para um povo que vivia a Palavra de Deus, que escrutinava a Revelação, a Sua Escritura. MAS A PROFECIA NÃO SERIA O DISCIPULADO DELES POR ASSIM DIZER. Profecias vem em situações ocasionais, orientam, REVELAM O FUTURO, mas não pode ser UNICAMENTE a norma de fé e prática para uma pessoa. Faz parte de um contexto, não é o todo. Nem é a base. A base é a Palavra. Há profecias que exitiram para ser Palavra de Deus, mas não para querermos o modelo de viver apenas delas.

Além disso, neste trecho da oração de Daniel, percebemos mais uma vez na Bíblia outra coisa importante: Deus é justo. E Ele é justo com todos nós. Gostamos quando Deus é justo com alguém que se oponha a nós, mas Ele é justo conosco também. O ser humano gosta que se faça justiça aos opositores dele, mas às vezes só quer esta justiça e não na sua própria vida; quanto a dele, deixa como está. Injustiça. Quer somente para si. O ser humano é injusto por natureza, somente a justificação em Cristo pela expiação no Calvário é nossa salvação. Nossa tábua de salvação.

Vemos em Daniel um homem que Deus falava em sonho, mas também o vemos consultando as Escrituras para entender as coisas da vida, as coisas à sua volta. Quanto aos sonhos, encontramos até ele registrando, resumindo. E durante os sonhos e as visões, vemos um homem ponderando as coisas. Tudo era seu contexto. E além disso, o principal: ele não buscava sonhos e profecias, mas Deus se manifestava a ele. O que vemos ele buscando são as Escrituras, o demais era conforme o propósito do Senhor, a nação estava numa situação onde "debaixo do céu jamais de fez algo como o que foi feito a Jerusalém" Dn 9.12b. Deus se manifesta sobrenaturalmente sempre (a leitura da Bíblia, pelo Espírito, é uma experiência sobrenatural, ela foi composta sobrenaturalmente), mas não quer dizer que a pessoa vá viver de sonhos e visões o dia inteiro, sem a Palavra de Deus. Salomão teve um sonho de Deus no início do seu reinado, mas Deus o conduziu com sabedoria no seu íntimo, o Espírito Santo falava ao seu interior no restante da jornada. Não se descarta as profecias e sonhos, mas é meditando na Palavra, orando, que temos norte e pão todos os dias (Mt 4.4). Mesmos as profecias que ocorrem hoje, as quais a Bíblia diz que podem existir, devem ser julgadas segundo o Cânon. Julgadas conforme a sabedoria proveniente da Lei do Senhor, da Sua Palavra, para ver se confere com Seus propósitos gerais encontrados nas Escrituras .

A lição que tiramos daqui é: o que Deus requer é obediência na vida, mesmo que o que muitos queiram seja somente experiências para serem vividas numa reunião ou ter apenas seus desejos e necessidades satisfeitos. Ai entramos num questionamento: Deus nos dá uma fé para ser crida, ou um sentimento para ser vivido? Coexistem ou um pode nascer do outro? Bom.. isto é assunto para outro post, mas ajuda a refletir nas colocações acima.

Deus abençoe seu dia. Um abraço.

Comentários

  1. Você quer ouvir um profeta? Ele diria nos dias de hoje: "Leia a Bíblia e obedeça a Palavra do Senhor". Bília: tesouro incalculável!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz, comente :) !

Obs.: Caso você tenha dificuldade em publicar seu comentário, verifique o campo Comentar como e selecione Anônimo. Depois, faça seu comentário e assine no final. Pronto! É só aguardar a publicação dele, o que normalmente faço em até 24h.

Postagens mais visitadas deste blog

A experiência de continuar sendo salvo

Convido você a assistir este vídeo onde exponho a mensagem bíblica: "A experiência de continuar sendo salvo".



Gostou do vídeo? Compartilhe no Facebook, no Twitter e nas demais plataformas usando a ferramenta abaixo. Sugira novos temas. Deixe seu comentário abaixo.

FORMATURA CASADOS PARA SEMPRE - Turma IBMA 2012 / 1º Semestre

O Curso "Casados para sempre" tem alcançado pessoas ao redor do mundo todo com uma visão bíblica sobre casamento.
No dia 03 de junho de 2012 tivemos a formatura da primeira turma da Igreja Batista Maysa I, pela graça e bençãos de Deus.

A formatura aconteceu no culto de domingo a noite, e o pastor nos repassou a direção do mesmo, assim fizemos um culto das famílias para Deus. O Senhor nos abençoou com uma Palavra edificante e profunda, confirmando cada vez a suficiência da Bíblia em fornecer toda a direção necessária para a vida humana, sobretudo familiar, por meio da fé em Jesus Cristo, com a ação do Espírito Santo, pela graça de Deus.

Os casais tiveram o momento de testemunhar e cada cônjuge falou aquilo que Deus fez nas suas vidas, o que começou e está continuando. Falaram das aulas que mais gostaram e incentivaram, de livre vontade, os presentes a fazerem o Casados para Sempre. Todos os testemunhos, sem exceção, foram sinceros e demonstraram aquilo que Deus operou por mei…

GRANDES projetos, mas sem DEUS (Julio Oliveira Sanches)

Na vida diária temos muitos detalhes que fazem a diferença para os sucessos que desejamos (no sentido de objetivos serem atingidos). Escrevendo para O Jornal Batista (Ano CXIII, Edição 10), o pastor Julio Oliveira Sanches comentou acerca de grandes projetos que essa era tem feito, mas excluindo Deus, e, portanto, as consequencias colhidas. Preste muita atenção nas suas colocações, pois foi exatamente o que me fez escolher este artigo para a semana. Os destaques são meus. Confira na íntegra abaixo:

Faz parte da natureza corrompida pelo pecado "sonhar” grandes projetos para Deus, mas sem respaldo da aprovação divina. Uma tentativa de comprar os favores divinos e compensar os pecados não confessados e não perdoados. Deus não é consultado, tampouco participa da elaboração e execução das megalomanias humanas. O nome de Deus é citado como fetiche aprovador das maluquices humanas. Cabe a Deus dar a aprovação final com suas bênçãos para que o sucesso alimente os egos desequilibrados dos q…