Pular para o conteúdo principal

Lidando com a rapazeada





Ao participarmos do Reino de Deus, passamos a lidar com irmãos na fé, são pessoas chamadas assim por crerem na mesma mensagem da cruz que nós abraçamos e descobrimos pelo Espírito Santo.

Além de dizer como é uma vida que agrade a Deus, as Escrituras nos ensinam a forma de lidar com os outros e especificamente com os irmãos na fé. Muitos partem do princípio que ao tratar com um cristão estará falando com uma "pessoa do outro mundo"; sempre muito bondosa e jamais de mau humor ou apresentando um comportamento sempre "bonzinho". Os próprios cristãos tem essa idéia ao lidarem com seus irmãos. Ao sairmos das expectativas e atuarmos na vida real sentimos que é diferente. Cristãos, salvos, nascidos de novo e cheios do Espírito podem apresentar comportamento diferente do esperado e existe uma razão para isso: são pessoas. E como tais sentem dor, tristeza, angústia e outras dores da alma. Parece difícil para alguns amados entenderem, mas Cristo era uma pessoa, como nós. "E achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz." Fp 2.8.

Como homem Jesus teve atitudes diferentes da esperada dos cristãos.

Ele se irritou com a injustiça: "E entrou Jesus no templo de Deus, e expulsou todos os que vendiam e compravam no templo, e derribou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas" Mt 21.12

Perdeu a paciência com seus discípulos: "E Jesus, respondendo, disse: Ó geração incrédula e perversa! até quando estarei ainda convosco e vos sofrerei? Traze-me aqui o teu filho." Lc 9:41

Mas JAMAIS deixou de amar, porque foi perfeito.

Reações humanas diante de circustâncias estressantes não são pecado, nem erro. São reações. Naturalmente precisamos lidar com isso e de fato Deus nos equilibra com o fruto do Espírito (Gálatas 5.22). Ninguém precisa ser carrancudo(a) o tempo todo, mas também não é por isso que estará empolgado(a) e radiante sempre... o equilíbrio que procuramos é possível pela graça, pelo Espírito. Pela cruz, hoje, temos acesso a tais bênçãos!

Seja mais maduro(a). Quando vir um(a) irmão(ã) que sempre lhe trata bem reagindo desta maneira, procure entendê-lo(a). Algumas pessoas se escandalizam se a nossa reação é "um milímetro" diferente da expectativa criada e mudam seu conceito por uma atitude. Não vamos exigir das pessoas que elas consigam ir além do que a condição de ser um humano permite. O estudo da Bíblia abrirá portas para melhorarmos nossos relacionamentos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A experiência de continuar sendo salvo

Convido você a assistir este vídeo onde exponho a mensagem bíblica: "A experiência de continuar sendo salvo".



Gostou do vídeo? Compartilhe no Facebook, no Twitter e nas demais plataformas usando a ferramenta abaixo. Sugira novos temas. Deixe seu comentário abaixo.

FORMATURA CASADOS PARA SEMPRE - Turma IBMA 2012 / 1º Semestre

O Curso "Casados para sempre" tem alcançado pessoas ao redor do mundo todo com uma visão bíblica sobre casamento.
No dia 03 de junho de 2012 tivemos a formatura da primeira turma da Igreja Batista Maysa I, pela graça e bençãos de Deus.

A formatura aconteceu no culto de domingo a noite, e o pastor nos repassou a direção do mesmo, assim fizemos um culto das famílias para Deus. O Senhor nos abençoou com uma Palavra edificante e profunda, confirmando cada vez a suficiência da Bíblia em fornecer toda a direção necessária para a vida humana, sobretudo familiar, por meio da fé em Jesus Cristo, com a ação do Espírito Santo, pela graça de Deus.

Os casais tiveram o momento de testemunhar e cada cônjuge falou aquilo que Deus fez nas suas vidas, o que começou e está continuando. Falaram das aulas que mais gostaram e incentivaram, de livre vontade, os presentes a fazerem o Casados para Sempre. Todos os testemunhos, sem exceção, foram sinceros e demonstraram aquilo que Deus operou por mei…

GRANDES projetos, mas sem DEUS (Julio Oliveira Sanches)

Na vida diária temos muitos detalhes que fazem a diferença para os sucessos que desejamos (no sentido de objetivos serem atingidos). Escrevendo para O Jornal Batista (Ano CXIII, Edição 10), o pastor Julio Oliveira Sanches comentou acerca de grandes projetos que essa era tem feito, mas excluindo Deus, e, portanto, as consequencias colhidas. Preste muita atenção nas suas colocações, pois foi exatamente o que me fez escolher este artigo para a semana. Os destaques são meus. Confira na íntegra abaixo:

Faz parte da natureza corrompida pelo pecado "sonhar” grandes projetos para Deus, mas sem respaldo da aprovação divina. Uma tentativa de comprar os favores divinos e compensar os pecados não confessados e não perdoados. Deus não é consultado, tampouco participa da elaboração e execução das megalomanias humanas. O nome de Deus é citado como fetiche aprovador das maluquices humanas. Cabe a Deus dar a aprovação final com suas bênçãos para que o sucesso alimente os egos desequilibrados dos q…